terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

PARA REFLETIR

     A base da mente altruísta de iluminação é um bom coração, uma mente bondosa, o tempo todo. Todos nós podemos nos beneficiar desse cultivo; não devemos ficar raivosos, brigar, revidar e tudo mais. Quando as pessoas se engajam em tais atividades, elas fazem isso devido a preocupações pessoais, mas na verdade estão apenas se prejudicando. Então, todos nós precisamos fazer tudo que pudermos para cultivar uma mente bondosa, um bom coração.

    Não estou apenas explicando isso; eu também estou fazendo tudo que posso para praticar isso. Todo mundo precisa fazer o que for possível, porque o tanto que conseguirmos praticar é o tanto que isso irá ajudar.

    Se você se engajar nessas práticas e ganhar experiência nelas, suas atitudes e o modo como vê as outras pessoas vão mudar. Então, quando surgir um problema — que já apareceu antes — você não vai reagir com a mesma irritação, não vai gerar as mesmas atitudes negativas.

    Essa mudança não é algo externo — não é uma questão de fazer uma plástica no nariz ou adotar um novo corte de cabelo. Acontece dentro da mente. Algumas pessoas conseguem suportar problemas, outras não conseguem; a diferença é a atitude interior.

    A mudança advinda de colocar esses ensinamentos em prática vem devagar. Após algum tempo, podemos encontrar pessoas que nos dizem que mudamos — isso é um bom sinal, um sinal de que a prática tem sido efetiva.   

Dalai Lama (Tibete, 1935 ~)
“Kindness, Clarity, and Insight”
(Dharma Quote of The Week – Snow Lion, 03/07/2010)

2 comentários:

Cláudio J. Gontijo disse...

Acredito, de forma sincera e profunda, neste ensinamento.

Agradeço-lhe, Irene. Seu espaço é agradável e generoso.

Felicidade em sua jornada.

Irene Nousiainen disse...

Obrigada, Cláudio, por suas palavras sensíveis.

Que você esteja sempre no caminho da felicidade.